Notícias

Empresas

Pellenc investe numa nova fábrica de máquinas agrícolas em Mira

02/12/2021

A Pellenc Portugal vai reforçar a presença no nosso país com o investimento de 8,5 milhões de euros numa nova fábrica na Vila de Mira (distrito de Coimbra), mais precisamente na Zona Industrial do Montalvo, onde pretende construir máquinas agrícolas ligadas à viticultura, amendoal e olival mas também realizar algum trabalho de investigação. Esta fábrica permitirá gerar 250 postos de trabalho nos próximos 5 anos, prevendo a empresa francesa estar a faturar na ordem dos 25 milhões de euros dentro de dois anos, com produção para o mercado nacional e internacional.

A Câmara Municipal de Mira ganhou o concurso para infraestruturar as instalações e irá dar início à construção das mesmas, num investimento de 1,8 milhões de euros que conta com o financiamento de 85% através de fundos comunitários. Por forma a responder aos "problemas de desertificação" verificados na zona, o presidente do Município, Raul Almeida, mostrou-se "feliz" por ter ganho este concurso. "É para nós muito importante. Estamos a falar de um investimento estrangeiro de cerca de 8,5 milhões de euros nesta primeira fase e que vai criar 250 postos de trabalho nos próximos 5 anos e, como foi dito aqui, a empresa [Pellenc] prevê já daqui a dois anos estar a faturar 25 milhões de euros nesta unidade de Mira. Falamos do líder mundial na construção de máquinas agrícolas para a área da viticultura, que pretende apostar na área da azeitona e vai fazer aqui alguma investigação", disse à imprensa, revelando que o trabalho de construção e regularização do terreno já arrancou em novembro.

A presença da Pellenc na Zona Industrial do Montalvo servirá ainda para, segundo Raul Almeida, atrair outras empresas a apostar no local: "Estamos muito felizes por termos ganho este investimento. Haverá depois outra vantagem que é o facto de o investimento ser feito na zona sul do concelho, onde queríamos alavancar o desenvolvimento pelo que apostar na zona do Montalvo é realmente importante. Temos o compromisso de infraestruturar a parte da zona pública, de acabar a estrada e para isso já tínhamos o plano de requalificação aprovado. Consideramos que esta empresa vai ser uma alavanca para que outras possam instalar-se na mesma zona, junto à A17, pois temos lá espaço para mais."

Construir história de sucesso na região
Na mesma conferência de imprensa de apresentação do projeto marcou também presença Romain Serratore, Diretor Industrial da Pellenc, que realçou a importância de escrever uma "história de sucesso" na região. E para o alcançar, o plano está bem definido. "Queremos construir em Portugal o nosso Centro de Excelência Industrial da Pellenc para Máquinas Agrícolas. Esta escolha de Mira foi uma combinação de contactos com pessoas importantes e a ligação a uma terra que nós consideramos conjugar a indústria que estamos a criar e a capacidade de mão-de-obra tão necessária ao que pretendemos implementar. Para isso, vamos recrutar um número considerável de jovens, aos quais pretendemos dar formação de modo a construirmos juntos uma história de sucesso. O nosso real valor são as pessoas que contribuem para o sucesso da Pellenc", assinalou.

Para Romain Serratore, não há tempo a perder. "Queremos arrancar o mais depressa possível. Há cada vez mais população no planeta e cada vez menos mão-de-obra manual, daí a importância da mecanização do processo de produção. Logo que possamos, vamos dar início à produção de máquinas do nosso portfólio atual, orientadas para a viticultura e vamos produzir tudo o que esteja relacionado com arboricultura, nomeadamente olival e amendoal", concluiu.

Pesquisa

Vídeos mais vistos