Notícias

Feiras e Eventos

Kubota Orange Days 2022

16/05/2022

2019 marcou o arranque dos Kubota Orange Days, um evento de demonstração dos tratores e alfaias da marca laranja organizado pela Tratores Ibéricos para os seus concessionários e clientes. Na altura, o evento teve lugar em Beja mas desta vez foi Coimbra, mais concretamente, Montemor-o-Velho, a receber uma comitiva que contou com a colaboração direta da Kubota Espanha. Germán Martínez, presidente da subsidiária espanhola da marca japonesa, foi um dos presentes, tendo confessado o seu entusiasmo pela estreia em solo português dos novos pulverizadores da marca, uma das principais atrações.

O regresso dos Orange Days, que decorreu durante os dias 20 e 21 de abril, contou com a presença de 700 pessoas, sendo o objetivo dos responsáveis que se realize em anos sem Agroglobal, tal como assinalou à nossa revista Bruno Pignatelli, gerente da Tratores Ibéricos.

“A Kubota, tal como outra marcas, tem vindo cada vez mais a apostar em feiras com demonstração. Por isso, nos anos em que não se realiza a Agroglobal, queremos organizar um evento “nosso” – tal como havia acontecido em 2019, em Beja. Queremos que se vá realizando por todo o país e não sempre no mesmo sítio. Desta vez, viemos até Coimbra onde nos recebeu um cliente nosso, o engenheiro Carlos Plácido, a quem muito agradecemos. Daqui a dois anos veremos. A ideia é esta: uma feira dinâmica, onde possamos demonstrar toda a gama de tratores e alfaias, colocando à disposição dos presentes os especialistas por cada gama de produto”, explicou.

 

“Faz parte da estratégia do Grupo Auto-Industrial”
Também Tomás Rocha, administrador responsável pela Divisão Agrícola do Grupo Auto-Industrial, destacou a importância de voltar a organizar um evento deste tipo. “Para o Grupo Auto-Industrial, que representa a Kubota em Portugal através da Tratores Ibéricos, é muito importante poder estar com os concessionários e os seus clientes. É uma forma de divulgar os equipamentos novos e também aqueles que já faziam parte da gama. A organização deste tipo de iniciativa de forma regular, e que teve início em 2019, faz parte da estratégia do Grupo”, afirmou.

“Queremos concessionários cada vez mais profissionais”
Uma das presenças mais notadas foi a de Germán Martínez, presidente da Kubota Espanha, que colaborou de perto com a organização do evento. “Um evento com clientes é sempre muito importante. Se juntarmos a isto o facto de termos estado dois anos e meio sem contacto devido à pandemia, a importância é ainda maior. É a primeira vez, desde a retoma, que fazemos algo desta dimensão”, começou por afirmar.

“A performance da Kubota em Portugal sempre foi muito sólida. Cada vez trabalhamos melhor, disponibilizando mais produtos e serviços. Claro que existe, ao dia de hoje, a questão dos atrasos nas entregas, que afeta não apenas a Kubota mas todos os fabricantes, e que condicionou os resultados do ano passado. Este ano já conseguimos entregar mais tratores, estamos a recuperar o que perdemos no ano transato, e esperamos ter um ano muito bom”, continuou a respeito da parceria com a Tratores Ibéricos.

Sobre o plano estratégico da Kubota, que tem vindo a incorporar outros fabricantes, como a Pulverizadores Fede, Germán Martínez foi claro. “Está muito centrado nas culturas especializadas de alto valor tal como a fruta, a vinha, o olival ou o amendoal. A aquisição da Fede insere-se nesta política de oferecer uma solução completa a este tipo de agricultor. Também continuamos a investir bastante na nossa linha de tratores compactos, onde somos líderes e temos uma grande reputação, e continuamos a desenvolver a nossa gama de tratores de alta potência. Os investimentos não têm sido feitos apenas em produto, mas também em soluções, e este ano inauguraremos quatro novas instalações: um armazém central de peças que servirá toda a Europa, localizado perto de Metz (França), um novo centro de engenharia em França para o desenvolvimento de produtos para os mercados europeus, novas instalações da Kverneland em França e um novo centro de produção na Holanda, que se junta ao já existente em Marselha. Finalmente, tivemos a inauguração centro da Kubota Espanha, em Madrid, onde temos os serviços de marketing, formação, e um hub de peças de reposição para servir os mercados de Espanha e Portugal”.

Finalmente, no que toca às exigências crescentes que são colocadas aos concessionários, o Presidente da Kubota Espanha explicou que é o agricultor que vai ditando a necessidade de profissionalização crescente. “Os novos agricultores são muito profissionais. Podemos ver exemplos claros em Portugal com o que se passa no Baixo Alentejo. O desafio para o concessionário é conseguir servir as suas necessidades. Existe uma grande escassez de mão de obra, por exemplo, e a resposta é a automatização dos equipamentos. A capacidade de oferecer os produtos e os serviços que lhe estão associados compete à marca e ao concessionário. A Kubota, através do seu Centro de Inovação trabalha todos os dias em tecnologias que permitem responder a estes desafios, seja com os produtos mais tradicionais, seja com drones, tecnologias para deteção precoce de pragas, telemetria, etc. Depois é preciso distribuir e dar assistência, aí, surgem os concessionários. O futuro pertence àqueles que conseguirem atrair pessoas com formação e capacidade para trabalharem com estas tecnologias. A nós, Kubota, compete-nos formar os concessionários. Continuamos firmes na ideia de que a proximidade do cliente é o mais importante, mas, ao mesmo tempo, queremos concessionários cada vez mais profissionais”, finalizou.

 

-ler-mais-

Pesquisa

Vídeos mais vistos