Notícias

Máquinas e Equipamentos

Dificuldades de logística levam Fendt a suspender produção em duas fábricas

26/04/2021

 

A situação já tinha sido alertada pela Federunacoma e os efeitos começam a ser claros: a gigante alemã Fendt anunciou a suspensão da produção de tractores agrícolas nas fábricas de Marktoberdorf e Asbach-Bäumenheim durante 7 dias - entre 22 e 30 de abril. A pandemia ainda provoca graves estragos no sector e logo numa fase em que as empresas fabricantes reconhecem estar a viver um período de "vários pedidos de clientes", aos quais, com esta crise, não estão a conseguir responder da melhor forma.

Além de ter perdido um dos maiores fornecedores de metal - por paralisação total do mesmo - a Fendt e outras fabricantes de topo sentem ainda muitas dificuldades no acesso aos materiais, pois a logística em termos de transporte também tem sofrido com os constantes avanços e recuos das fases de confinamento e desconfinamento que a Europa tem atravessado. 

Esta situação deixa os administradores e trabalhadores da Fendt preocupados precisamente porque querem responder ao "elevado número de pedidos dos clientes" e não têm conseguido fazê-lo. "Há um ano que a indústria está em estado de emergência na área de produção, principalmente devido a paralisações parciais ou mesmo totais de fornecedores ou atrasos no transporte. Claro que isso também nos diz respeito como fabricante”, reconheceu Christoph Gröblinghoff, CEO da AGCO/Fendt, acrescentando: “No entanto, temos carteiras de pedidos cheias de tratores e precisamos urgentemente de tomar várias medidas para concluir a carteira de produção nos próximos meses, a fim de podermos abastecer os nossos clientes em todo o mundo em tempo útil."

Recorde-se que sensivelmente há um ano, a Fendt já se tinha visto obrigada a suspender a produção de tratores agrícolas em certas unidades por terem ocorrido casos de Covid-19 em trabalhadores de empresas fornecedoras.

Pesquisa

Vídeos mais vistos