Notícias

Empresas

A evolução natural no limiar dos 200cv

04/07/2018

Na passagem para o nível de emissões Tier 4F, a Claas aproveitou para rever diversos elementos dos Arion 600. Para além de uns ligeiros retoques estéticos, esta série recebe uma
nova proteção do escape em metal cromado, nova iluminação LED, escova no painel direito da cabine, opção de equipar com pneus de 42”, e ainda um eixo dianteiro redesenhado. O nível de especificações CIS+ é também novidade, sendo dirigido aos clientes que não precisam de todo o recheio de equipamento oferecido na versão CEBIS.

Série Arion 600

A série Arion 600 é composta por 4 modelos com motor de 6 cilindros, num patamar de potência que vai dos 145 aos 185cv de potência máxima. O Arion 660 é um modelo introduzido recentemente no topo desta série. Diferencia-se do Arion 650 por incluir um sistema de gestão eletrónica de potência que fornece 20cv adicionais, disponíveis para trabalhos com a TDF ou nas operações de transporte em estrada.

Motor

O motor DPS que equipa o Arion 660 CMatic é um 6cilindros Tier 4F, com 6,8 litros. Alcança os 185cv de potência máxima e os 205cv de potência máxima com boost. Nesta transição para a Fase IV de emissões, conta com um sistema DPF+DOC+SCR.

Transmissão CMatic ‘made in-house’

A transmissão de variação contínua CMatic (EQ200) empregue no Arion 660 foi desenvolvida Numa caixa sofisticada como é esta CMatic, há diversas definições que permitem ajustes de configuração em função das preferências pessoais do utilizador ou em função do trabalho a realizar. Aqui, inclui-se a pré-seleção de três gamas de velocidade (configuráveis) para ambos os sentidos de marcha. O efeito de travão motor é uma das particularidades da CMatic.pela própria Claas e é fabricada nas suas instalações de Paderborn.

Sempre que se alivia o pé do pedal de condução e o joystick está totalmente puxado para trás, é aumentado o efeito de travão motor, deixando o sistema de travagem menos exposto a
desgaste. Permite alcançar os 50 km/h a um regime económico de 1.500 rpm e comporta três modos de condução: manual, modo pedal, e modo joystick.

Eixo dianteiro

A compensação de cargas (curva, travagem, aceleração) e a direção dinâmica são novas funções que este eixo, agora reformulado, inclui. Também os cilindros de direção apresentam
maior diâmetro e os pontos de lubrificação passaram a ser apenas 4 em vez de 19.

Hidráulico

Os terminais CIS+ ou CEBIS permitem ajustar diversas especificações de um sistema hidráulico que conta com distribuidores de face plana e patilhas de descompressão como equipamento standard.

Cabine

Para esta série estão reservadas duas configurações de cabine, com 4 ou 5 pilares, de forma a dar resposta a clientes com necessidades e gostos distintos. Já a nível de tecnologia a bordo, é possível optar por um apoio de braço mais básico (CIS+), com monitor de 7” no pilar da cabine, ou por um apoio de braço mais sofisticado (CEBIS), com monitor tátil de 12” e joystick multifunções CMotion.

Preço

A Claas anuncia para o Arion 660 CMatic um PVP de 173.680 Eur, embora advertindo que este valor estará sujeito a possíveis descontos a serem concedidos por cada concessionário. Para o PVP apresentado, considerou-se uma versão mais equipada que, entre outras especificações, inclui eixo da frente com travões e suspensão, assento pneumático, cabine com suspensão de 4 pontos, ISOBUS e terminal CEBIS.

Apreciação final

O Arion 660 CMatic (CEBIS) foi disponibilizado pela Claas para condução em estrada, sem reboque, numa exploração nos arredores de Toulouse, em França. O percurso que fiz serviu
essencialmente para ter contacto com os diferentes modos de funcionamento da transmissão.

Na generalidade, a CMatic faculta um vasto leque de especificações ajustáveis que permitem ao operador controlar o trator de forma precisa em diferentes situações. Para a experimentação em campo, feita no mesmo local, a marca disponibilizou um Arion 610 CMatic (CIS+), que é o modelo de entrada de série.

Ao fazer mobilização com uma grade rápida da Quivogne, comprovei o conforto proporcionado pelo sistema de gestão de cabeceiras, assim como o correto desempenho da transmissão perante as variações de carga e os ajustes de velocidade-alvo no decorrer do trabalho.

A Claas sujeitou os modelos desta série a uma evolução natural, retocando cirurgicamente diversos componentes onde identificou que era possível introduzir melhorias.

Pesquisa

Publicidade


Vídeos mais vistos

RECEBA A NOSSA NEWSLETTER
SIGA-NOS
Rua Nelson Pereira Neves, Lj 1 e 2
2670-338 Loures - Portugal
abolsamia@abolsamia.pt
T (+ 351) 219 830 130
abolsamia, 2018 © Todos os direitos reservados | Avisos Legais | Política de privacidade