Notícias

Mercados

Mercado das Máquinas Agrícolas apresenta números recorde mas conflito na Ucrânia afeta previsões para 2022

08/03/2022

O mercado mundial de máquinas agrícolas manteve a sua fase ascendente de vendas em 2021, depois de já ter demonstrado um crescimento notório em 2020, com aumentos em quase todos os principais países (registara subida de 7,7% para 2,2 mil milhões de unidades). Na conferência de imprensa da Federunacoma, o cenário apresentado foi de sucesso: o mercado europeu registou um crescimento de 16,6% de acordo com os dados divulgados pelo Comité Europeu de Fabricantes Agrícolas (CEMA), apresentando números na ordem das 180 mil unidades contra as 154 mil de 2020. Aqui continuam a dominar França e Alemanha, com 36 mil (+9,2%) e 35 mil unidades (+8,8%) vendidas respetivamente, mas o maior crescimento foi da Polónia (43%), logo seguida da Itália (36,6%), embora tenham números inferiores de vendas: 20.200 e 24.400 unidades, respetivamente.

Para Alessandro Malavolti, presidente da Federunacoma, existem “várias razões para este bom desempenho”, nomeadamente “o saldo positivo do ano agrícola para os cereais e o pacote de incentivos ativado em muitos países de apoio ao sector primário e à recuperação no pós-pandemia.” No caso das vendas de tratores italianos para o estrangeiro, cresceram 20,8%, enquanto a venda de outras máquinas agrícolas subiu “cerca de 19%”, tendo as exportações aumentado, na sua generalidade, 20% no total de 2021. Ainda assim, neste capítulo específico trata-se de um recuo bastante significativo se pensarmos que no primeiro semestre de 2021, o crescimento nas exportações era de 57%.

Estados Unidos e Índia fecham o ano com números marcantes
De acordo com os dados publicados pela Associação Nacional de Fabricantes dos Estados Unidos, o país registou 318 mil tratores (subida de 9,5% em relação aos 288 mil de 2020), enquanto a Índia consolidou a sua supremacia no mercado mundial das máquinas agrícolas, ao ultrapassar as 900 mil unidades vendidas, um aumento de 13% relativamente ao ano anterior. Já a China ainda não revelou os dados finais de 2021 mas já em 2020 apresentara números recorde (+47% em relação a 2019).

Guerra na Ucrânia deixa tudo em suspense
A “dinâmica promissora” que as exportações de tratores italianos e maquinaria agrícola para a Rússia e a Ucrânia demonstraram ao longo de 2021 sofreu um revés com a mudança de cenário naquela zona do globo. As exportações de máquinas agrícolas italianas para a Rússia entre janeiro e novembro de 2021 valeram 124 milhões de euros (+29%), e para a Ucrânia representaram 63 milhões de euros (+52%) mas as previsões globais para 2022, positivas no início do ano, serão agora impactadas pelo conflito militar russo-ucraniano, que influenciará a economia global. Contudo, os efeitos são, nesta fase, ainda difíceis de medir.

Pesquisa

Vídeos mais vistos