Notícias

Feiras e Eventos

FIMA 2018: Carraro em destaque no stand da Agricortes

02/05/2018

Na 40ª edição da FIMA, a Agricortes teve em grande destaque no seu stand a nova geração de especializados da Carraro. A marca ‘dei tre cavallini’ procedeu a uma atualização da tecnologia de emissões dos motores e na mesma ocasião introduziu outros melhoramentos nos seus modelos Agricube. Em Saragoça, na visita ao stand da Agricortes, fomos recebidos pelas administradoras desta empresa de Leiria que representa a Carraro nos mercados português e espanhol.

Susana Vieira, diretora de marketing da Agricortes, falou-nos do posicionamento da marca italiana em nichos muito especializados. “São tratores para culturas especializadas e o agricultor sabe o que quer quando procura este tipo de produto”, explicou.

Por seu lado, Ana Sofia Vieira, diretora de produto, evidenciou outra particularidade da gama disponibilizada pela marca: “Os modelos da Carraro dão resposta aos clientes que procuram soluções à medida, porque são tratores com muitas possibilidades de configuração”.

Também presente no stand da Agricortes esteve Leonardo Dalla Vecchia, diretor de engenharia e inovação da Carraro, que apresentou à revista abolsamia as novas especificações da gama proposta pelo fabricante de Rovigo. Eis alguns dos destaques:

Carraro Agricube - VLB 105 Pergola Cab

O Vigneto Largo Basso (VLB) é um especializado de baixo perfil que está disponível numa versão de base com arco e plataforma e numa versão com cabine Pergola. Como o nome indica, esta cabine está pensada para trabalhar nas culturas em pérgola, como a uva de mesa e o kiwi, em estufas, debaixo de árvores e em todo o tipo de culturas em linha. O desenho abaulado e uma altura que se fica pelos 1880 mm são características que facilitam a passagem entre a vegetação.

Todos os cinco modelos da linha VLB partilham a mesma geometria de chassis e cobrem um segmento que vai do modelo 75 ao 115. Com 103 cv, o modelo exposto em Saragoça (VLB 105) é o segundo mais potente, imediatamente abaixo do VLB 115.
O bloco empregue é um FPT de 4 cilindros (Fase IIIB/ Tier 4i), com 3,4 litros, e injeção common-rail. A marca optou por colocar o sistema de tratamento de gases (DOC+DPF) fora do compartimento do motor, o que permite continuar a ter um capot baixo e um bom ângulo de visibilidade.

São duas as ofertas de transmissão: 24/12 com inversor EH e 24/24 com inversor sincronizado. O modo como hoje são realizadas as tarefas agrícolas faz com que seja fundamental dispor de uma maior performance hidráulica. “Está a mudar muito a maneira de trabalhar nas vinhas e nos pomares porque prevê-se uma cada vez maior utilização de alfaias em simultâneo, na frente, em posição ventral e na traseira, para maximizar a produtividade do trator e das alfaias”, adiantou Leonardo Dalla Vecchia. Neste contexto, a marca propõe um sistema de 3 bombas hidráulicas que aumentam o fluxo combinado para 127 L/min.

Carraro Agricube VL 115

Os Vigneto Largo (VL) partilham com a linha VLB o mesmo motor, atualizado para o nível de emissões Fase IIIB/Tier 4i. Cobrem a mesma faixa de potência e diferenciam-se sobretudo pela sua geometria, que se reflete no tipo de cabina, na altura, na largura do eixo dianteiro, nas medidas de pneus, entre outras particularidades. O VL 115 exposto na feira é o modelo de topo desta série que está disponível apenas em versão cabinada.

No que respeita à transmissão, são três as possibilidades: 24/24 e 24/12 com inversor electro-hidráulico ou 24/24 com inversor sincronizado. As versões com inversor electro-hidráulico incluem a funcionalidade de embraiagem elétrica na alavanca principal da transmissão. Para além do aspeto estético, o capot foi redesenhado também quanto à sua funcionalidade. Passa a incluir duas tampas laterais amovíveis que facilitam o acesso aos pontos de verificação e manutenção. “É aqui que estão
todos os filtros, a caixa de fusíveis, o reservatório do líquido do radiador e o óleo de travões”, explicou Leonardo Dalla Vecchia.

“Reduzir a distância das linhas é uma tendência”, afirmou o responsável da marca, razão por que a Carraro reduziu ligeiramente a largura da cabine standard dos Agricube VL. Esta alteração minimiza os danos nas culturas e implicou uma reconfiguração do interior para manter o conforto do operador e a visibilidade. Tal como nos restantes Agricube, a consola direita de comandos foi repensada e passa a
incluir iluminação, como apoio aos trabalhos realizados durante a noite. Outra novidade é o acionamento automático das 4RM em função do ângulo de viragem, o que melhora a manobrabilidade mesmo nas cabeceiras mais apertadas.

Pesquisa

Publicidade


Vídeos mais vistos

RECEBA A NOSSA NEWSLETTER
SIGA-NOS
Rua Nelson Pereira Neves, Lj 1 e 2
2670-338 Loures - Portugal
abolsamia@abolsamia.pt
T (+ 351) 219 830 130
abolsamia, 2018 © Todos os direitos reservados | Avisos Legais | Política de privacidade