Notícias

ESPECIAL

Aposta no mercado agrícola

10/11/2021

Fotos: Workmove

Ricardo Jorge Morais Damião, gerente da empresa, foi o nosso interlocutor, tendo começado por fazer uma breve contextualização da empresa. “A  Cepcar, Lda  foi fundada em 1990, inicialmente vocacionada para o comércio de empilhadores e camiões. Desde cedo foi tomada a decisão de expandir a panóplia de produtos e serviços a oferecer aos nossos clientes. Assim, iniciámos a importação de algumas marcas para venda e aluguer.  O comércio de aeronaves e a imobiliária foram outras áreas de expansão da empresa. A par disto, iniciámos um processo de internacionalização”, contou.

Sediada em Lisboa, é no centro do país (Alcobaça), mais concretamente em Turquel que a Cepcar tem as instalações dos departamentos administrativo e técnico, bem como um parque com 15000 m2 para exposição dos equipamentos.

Ao dia de hoje, a principal área de negócio é a venda e aluguer de máquinas para obras públicas, serviços de construção, terraplanagens e floresta. Tal também se deve à aposta feita em 2016 na representação de marcas como a  Power Curbers, Daemo, Ammann, Pramac e, mais recentemente, a Hidromek, a Wacker Neuson, a Eurocomach, a General Braker, a Gordini, a Cangini, e a JLG. Para acompanhar este crescimento, a empresa procura alargar a sua rede de concessionários. “Neste momento estamos a alargar a nossa rede de distribuição afim de conseguirmos ter maior proximidade e celeridade nas respostas aos nossos clientes de norte a sul do país e também nos arquipélagos”, explicou Ricardo Damião.

Em relação à atualidade da empresa, após cerca de ano e meio de pandemia, o gerente faz um balanço positivo da performance da Cepcar. “Foram 9 meses atípicos, onde muitos sectores estiveram suspensos, outros encerraram, no entanto, a nossa empresa nos primeiros 4 meses do ano já tinha atingido o volume de vendas do ano transato”, afirmou. Relativamente aos próximos anos, Ricardo Damião aponta ao aumento de vendas apoiado num pós-venda especializado. “Neste momento de incertezas e desafios a nossa empresa está vocacionada para o pós-venda, que é o ponto principal para o crescimento das vendas. Temos sentido algumas dificuldades em contratar pessoal técnico qualificado e, também por isso, o próximo ano será garantidamente desafiante. Pretendemos continuar a crescer, aumentar a nossa quota no mercado nacional e, para isso, que teremos que investir em recursos humanos e novos espaços comercias.”

Wacker Neuson e Hidromek

Para a Agroglobal, com um público maioritariamente agrícola, a principal aposta da empresa esteve nas máquinas da Wacker Neuson e da Hidromek. “Nos últimos anos, as mini-giratórias têm tido um grande crescimento de vendas para o sector agrícola, visto ser um equipamento económico em termos de consumos e de fácil transporte”, explicou Ricardo Damião.

WACKER NEUSON
Peso operativo
800 kg a 14 ton
Motor
Perkins ou Yanmar (dependendo da tonelagem)

Também as retroescavadoras se vão ganhando cada vez mais peso devido à sua polivalência que permite com uma só máquina efetuar uma multitude de serviços.

HIDROMEK 102B ALPHA
Peso operativo
9700 kg
Cabine de luxo Jumbo com ar condicionado de série
Bombas hidráulicas
Rexroth caudal variável
Comandos pilotados e caixa velocidades Turner
Balde Multifunções
Lança extensível e kit hidráulico

Finalmente, as mini retroescavadoras HIDROMEK 62SS. De acordo com o gerente da Cepcar esta máquina, apesar de compacta, “é a mais completa no seu segmento e permite trabalhar em locais de difícil acesso onde as maiores não chegam”.

HIDROMEK 62SS
Peso operativo
3.875 kg
Motor
Kubota 65 HP
Cabine com ar condicionado

 

- Leia mais -

Pesquisa

Vídeos mais vistos