Notícias

Produto

1º trator elétrico matriculado em Portugal entregue em Odemira

17/12/2021

Perto de 3000 horas de sol por ano. Este é um dos principais fatores para que Fabian Deppner, nascido na Alemanha mas em Portugal desde que tem um ano e meio de idade, tenha optado por ser o primeiro a adquirir o modelo elétrico da Farmtrac, o 25G, com 25 cavalos de potência. “Ao dia de hoje não é possível adquirir um modelo elétrico mais potente e, por isso, ainda que não sirva para todos os serviços que tenho,  é, de momento, a melhor opção”, começou por referir Fabian.

Dono de algumas propriedades na zona, que tem vindo a adquirir aos poucos, está neste momento comprometido no processo de lançamento das bases de um projeto de agricultura regenerativa, como explica o próprio sem se querer alongar muito. Ainda assim, explica o que norteou a aquisição do trator:
“Adoro este país, que podia, com uma gestão mais regenerativa, ser dos mais ricos da Europa, se não do Mundo. A ideia de adquirir um trator elétrico é precisamente dar um impulso nesta direção. Estou farto de pagar gasóleo, que está cada vez mais caro. Por outro lado, como até em final de outono podemos ver, temos uma abundância incrível de energia solar, que pode, facilmente, dar-nos a energia que precisamos para trabalhar a terra”, começou por explicar.

Fabian está em vias de concluir a instalação de um parque de painéis solares, o que permitirá que “produza” a energia para o seu trator. “Para a pequena agricultura, para trabalhar em estufas, estou em crer que esta é a máquina ideal”. Ficou prometido que daqui por uns meses voltaremos a falar com o Fabian para saber mais sobre a performance em campo do 25G.

Farmtrac 25G
Na nossa edição de maio da revista (nº126) fizemos um comparativo entre o 25G e o seu “irmão” a diesel, o Farmtrac 26. Na altura, o trator ainda não tinha chegado ao nosso país. Agora, depois de vermos o trator trabalhar, ainda que durante pouco tempo, podemos confirmar que o ruído é quase inexistente – praticamente, apenas se ouve o trabalhar da alfaia. Obviamente, também não há cheiros provenientes da combustão.

 

- Veja todas as fotos do Farmtrac 25G -

 

Motor
O 25G, é impulsionado por um motor trifásico de 15 kW que assegura o avanço e o acionamento da TDF, e por um outro motor de 2,5 kW que assegura os serviços hidráulicos. Atinge assim sensivelmente 25 cv de potência e dispensa manutenções periódicas a nível do motor. 

Transmissão
O 25G elétrico é configurado exclusivamente com transmissão hidrostática mas, refere o fabricante, está preparado para levar a cabo todo o tipo de tarefas que estão destinadas a um trator a diesel equivalente.

Posto de condução
Com os comandos muito bem arrumados em redor do operador, o posto de condução inclui um espaço próprio para colocar um telemóvel junto ao volante e uma ficha para carregamento.
À direita existe também um espaço de arrumação, neste caso para colocar uma garrafa ou outro objeto.
Numa máquina de tão reduzidas dimensões, a arrumação dos espaços está bem pensada, com a caixa de ferramentas também bem posicionada, atrás do assento, junto ao arco de proteção.

Como carregar a bateria
Ao contrário do que referimos na altura, para ‘reabastecer’ o 25G é necessário recorrer a um carregador externo (estilo o de um telemóvel mas em ponto grande). Basta depois ligá-lo a uma tomada que está posicionada por cima do capot, exatamente no mesmo sítio onde o modelo 26 tem o bocal de enchimento do depósito e a uma tomada caseira “normal, de 230 volts. O tempo de carregamento total da bateria ainda não havia sido testado no local mas a autonomia, num trabalho leve, são 5 horas.

Preço
Uma das principais diferenças entre o 25G e o modelo 26 a gasóleo está no preço. A versão a diesel está em comercialização em Portugal por um PVP de 12.700 Eur + IVA. Quanto ao modelo elétrico o seu PVP é de 33.500 Eur + IVA. A Farmtrac é representada em Portugal pelo Entreposto Máquinas.

 

- Leia mais -

Pesquisa

Vídeos mais vistos