Notícias

Teste em campo

Esquadrão da Arbos à prova em campo

18/04/2018

Acompanhar a emergência de um novo player na indústria de fabricantes tem o seu quê de fascinante. A demonstração em campo, na comuna italiana de Piacenza, demostra a capacidade de organização de Arbos, num percurso que tem em vista a afirmação nos mercados europeus.

A série 5000

A marca arregimentou cinco tratores – modelos 5100 e 5130 – engatados em diferentes alfaias comercializadas pelo grupo, a maioria vinda da MaterMacc. Com as cores da Abros, uma combinação de verde e branco, foram ainda disponibilizados vários equipamentos: um subsolador, uma grade rotativa com semeador, um cultivador combinado com semeador pneumático, um distribuidor de fertilizante e um pulverizador.

Dos ensaios, que decorreram ainda no verão, num solo muito compactado e debaixo de uma nuvem de pó. Percorra a fotogaleria e fique a conhecer alguns destaques.

  • A Série 5000 é composta pelos modelos Arbos 5100, 5115 e 5130, situados num segmento de potência entre os 110 e os 136 cv. O 5130, para além de um diferencial de potência, é ligeiramente mais longo do que o modelo de entrada da série.
     
  • Motor. Para cumprir as normas de emissões poluentes, a Arbos recorreu à Kolher Engines. O bloco fornecido para estes tratores é um 4 cilindros com 3,4 litros de capacidade que cumpre as normas Tier 4Final.
     
  • Transmissão made by Lovol. Esta série conta com uma transmissão e inversor sincronizado (ou electro-hidráulico, como opção). As velocidades são cinco, repartidas por 3 gamas e por dois níveis de powershift na variante global ou 3 na variante Advanced.
     
  • Hidráulico com fluxo de 110 L/min. O sistema hidráulico possui uma bomba de 40 L/min que serva para a direção e a transmissão, e uma outra de 70 L/min para abastecer os distribuidores. Na versão standard o hidráulico é de regulação mecânica, mas há opção de regulação eletrónica.
     
  • A cabine de quatro pilares foi desenhada pela Arbos em Itália embora seja fabricada na China, tal como a transmissão e os eixos. A visibilidade e estrutura revelam-se adequadas. É de esperar que a marca introduza algumas melhorias nos interiores, sobretudo na qualidade e cores dos materiais.
     
  • Pneus. Apesar de todas a unidades em campo estarem equipadas com pneus Mitas e Trelleborg, os responsáveis da marca esclareceram que irão envolver outros fornecedores de pneus.

 

A nível de preços, é importante perceber quanto terá o cliente de pagar para adquirir um Arbos. Um modelo 5100 na variante Global fica por 52.900€ + IVA. Por um 5130 Global será preciso pagar 61.800€ + IVA. Para aqueles que pretenderem a variante Advanced, com inversor electro-hidráulico e alguns acabamentos mais cuidados no interior da cabine, o valor extra a pagar é de aproximadamente 3.800€ + IVA.

 

Arbos 5130, uma apreciação

Na demonstração em campo, ao Arbos 5130 estava dedicada uma alfaia exigente: uma grande rotativa de 3 metros combinada com kit de sementeira MSD 2.0 Combi.

O motor Kohler demonstrou um desempenho agradável e a insonorização da cabine pareceu-nos adequada. Interessante pareceu-nos também o eixo dianteiro, a proporcionar um bom ângulo de viragem.

Nos aspetos a rever, ficamos com a impressão que a Arbos precisa de encontrar um tunning mais suave para a transmissão, que se adeque melhor às expectativas dos clientes europeus.

A merecer um aperfeiçoamento está também o painel de instrumentos digital TFT, atrás do volante, já que espelha a luz em demasia, tornando-se difícil a sua consulta.

A propósito destes e de alguns outros detalhes, fica o benefício da dúvida por se tratarem de unidades de pré-série, das poucas que a marca tinha prontas à data da demonstração em campo.

 

 

Pesquisa

Vídeos mais vistos

RECEBA A NOSSA NEWSLETTER
SIGA-NOS
Rua Nelson Pereira Neves, Lj 1 e 2
2670-338 Loures - Portugal
abolsamia@abolsamia.pt
T (+ 351) 219 830 130
abolsamia, 2018 © Todos os direitos reservados | Avisos Legais