Notícias

Empresas

Prazos de entrega não atrasam Fendt

05/11/2021

Fotos: Workmove

Ano positivo, entregas a melhorar, aumentos “normais”
Relativamente aos resultados obtidos durante o ano corrente, João Lopes é taxativo: o ano está a ser bom. “No que toca à Fendt 2021 está a correr muito bem, mesmo com os atrasos nos prazos de entrega. Numa primeira fase os clientes não aceitavam bem mas, felizmente, compreendem que é uma situação que ultrapassa a marca e é transversal a vários sectores da economia. Esta compreensão por parte dos clientes é importante para nós porque sabemos que quem compra um trator é para ter uma ferramenta de trabalho”, explicou.

Apesar das dificuldades, a marca não ficou parada e tem apresentado caminhos alternativos. “A pouco e pouco os prazos têm vindo a melhorar, a própria Fendt tem vindo a criar soluções. Por exemplo, até aqui, enquanto um trator não estivesse 100% pronto não era entregue, o que levou a que a marca chegasse a ter de arrendar um terreno perto da fábrica para armazenar tratores inacabados. Agora existe um programa de kits dentro da fábrica que permite entregar os tratores quando o que está em falta não é essencial ao seu funcionamento (por exemplo, um kit de autoguiamento). O componente em falta é entregue mais tarde ao cliente. O sistema tem funcionado muito bem e tem permitido reduzir os atrasos”, resumiu.

No que concerne à subida de preços que tem marcado o ano de vários fabricantes, João Lopes refere que essa não é uma tendência que tenha afetado a marca. “Felizmente, na Fendt, devido ao poderio do Grupo AGCO, existe material em stock e matéria prima comprada a longo prazo. Teremos os aumentos normais. Assim, não sentimos tanto como com as outras marcas com que trabalhamos, em especial nas alfaias. Neste caso os aumentos devem ser acentuados, na ordem dos 10%”, finalizou.

Fendt One: Novidade na Agroglobal
Bernardo Agria, responsável da marca, destacou as principais vantagens da Fendt One. “É a nova cabine da marca, já lançada no 200, no 300, no 700, e alargando-se agora às restantes gamas. O objetivo é que o mesmo operador consiga trabalhar tanto com um trator vinhateiro como com um trator de 500 cv. Significa também que um trator com menor potência terá tanta tecnologia como os maiores. Hoje, num trator vinhateiro da Fendt, encontramos GPS, monitores, etc. O joytsick que controla todas estas funções é transversal a todos os tratores da marca. A grande vantagem é a uniformização da cabine e dos controlos em todas as séries e gamas Fendt”.

 

- Leia mais -

Pesquisa

Vídeos mais vistos