Notícias

Oficina

Plataforma elevatória para trabalhos de desrama

14/06/2018

O sector agroflorestal é fértil em invenções. Acontece com frequência que a necessidade aguce o engenho e as pessoas deitem mãos à obra para criarem soluções à medida. Foi o que fez Alfredo Sousa Santos, há já muitos anos, quando desenvolveu uma alfaia complexa destinada aos trabalhos realizados em altura na copa das árvores.

Herdade do Brejinho de Cima

Situada a poucos minutos da Vila de Grândola, a Herdade do Brejinho de Cima estende-se por uma área de 256 hectares onde predomina o montado de sobro e o pinheiro manso. A juntar a todas as restantes operações de gestão, a desrama dos sobreiros e a limpeza de copas dos pinheiros são trabalhos que José Alfredo Santos tem vindo a fazer. É aqui que entra uma alfaia de fabrico caseiro que está ao serviço desta casa há mais de três décadas.

Um invento de Alfredo Sousa Santos

Tudo começou com o que poderia ter sido um acidente. Há já uns bons anos, José Alfredo estava a desramar um sobreiro quando a motosserra deslizou e lhe passou de raspão por uma luva. Não ganhou para o susto.

De volta a casa, comentou com o seu pai que precisava de arranjar uma outra forma de trabalhar, que não implicasse subir as árvores, e ficando com uma mão ocupada para se segurar. Atento ao que o filho lhe disse, Alfredo Sousa Santos, que era mecânico e serralheiro, começou a trabalhar numa solução que permitisse realizar aqueles trabalhos de maneira mais segura.

A alfaia acabou por ganhar forma e ainda hoje continua a ter grande utilidade, sendo utilizada regularmente nos trabalhos levados a cabo na propriedade.

A plataforma traseira

A alfaia para engate na traseira do trator é, por assim dizer, o elemento principal deste conjunto. A fazer lembrar as plataformas elevatórias de tipo ‘tesoura’ utilizadas no sector logístico, a alfaia possui uma bomba de óleo acionada pela TDF que faz funcionar o elevador. Em simultâneo, a TDF aciona também um gerador elétrico que fornece corrente à motosserra.

A intenção de Alfredo Sousa Santos foi arranjar forma de pôr de lado a motosserra a gasolina, para que não fosse preciso usar vasilhame com combustível e andar constantemente a abastecer. Uma das grandes vantagens desta alfaia é permitir que uma única pessoa a manobre, pois, o manípulo de controlo está posicionado na própria plataforma.

O acessório para carregador frontal

O elemento dianteiro foi adicionado um pouco mais tarde e a sua utilização requer duas pessoas, uma a trabalhar na plataforma e a outra a manobrar o trator. Permite que se trabalhe ainda em maior altura do que a plataforma traseira.

Em termos de arquitetura de funcionamento, a ‘tesoura’ de elevação funciona através de um princípio idêntico ao da alfaia principal. O cilindro hidráulico que permite a elevação é acionado através de um manípulo adicional (terceira função) incluído no carregador frontal.

A atenção posta nos detalhes

A plataforma elevatória inclui um acessório para fazer o controlo da regeneração natural. Na aparência assemelha-se a um corta-relvas, possui motor elétrico, e utiliza um disco como elemento de corte. Com recurso a uma extensão, pode trabalhar a uma certa distância do trator.

Hoje, este acessório praticamente não é utilizado por terem surgido métodos mais práticos de realizar esta tarefa, seja com moto-roçadora ou com corta-mato. Mas é um exemplo da minúcia posta por Alfredo Sousa Santos no fabrico desta alfaia, que incluía ainda um trem de rodas para transporte em estrada, em posição semimontada, e iluminação para se poder trabalhar mesmo durante a noite.

Com marca BC

Não se tratando de uma alfaia patenteada ou para comercialização, esta plataforma não tem uma marca registada. Mas se tivesse, é fácil saber qual seria. Nos tratores e alfaias que tem na propriedade, bem como nas viaturas, José Alfredo Santos tem por hábito aplicar a designação BC, iniciais de Brejinho de Cima. E a plataforma não é exceção. No painel do lado direito, lá está a designação BC. Embora sem ser uma marca oficial, não deixa de ser a marca que tem.

Pesquisa

Publicidade


Vídeos mais vistos

RECEBA A NOSSA NEWSLETTER
SIGA-NOS
Rua Nelson Pereira Neves, Lj 1 e 2
2670-338 Loures - Portugal
abolsamia@abolsamia.pt
T (+ 351) 219 830 130
abolsamia, 2018 © Todos os direitos reservados | Avisos Legais | Política de privacidade