Notícias

Produto

Moto4 da Segway chegam ao Alentejo e Ribatejo

25/05/2021

Dos centros comerciais para o campo, dos seguranças para os agricultores. A marca que se celebrizou pelos veículos de transporte pessoal de duas rodas entrou no mercado das moto4. Tal como nos primeiros, pretende ter equipamentos para todos os tipos de utilização, para lazer ou para trabalho. No Alentejo e no Ribatejo, a marca será representada pela Tractomoz.


Depois da Can-Am, CF Moto e Hisun, a empresa com sede em Estremoz decidiu apostar em mais uma marca de moto4. A justificação, dada pelo gerente da empresa, Luis Mendes, é a “procura constante por marcas novas e inovadoras”. A garantia de fiabilidade e a qualidade de construção dos produtos apresentados, ou a tecnologia que trazem de série, são outros argumentos. Finalmente, a perspetiva futura e ambiental, “já que a marca, em muito pouco tempo, terá veículos híbridos e totalmente elétricos”.

Muge, a base de operações das moto4
Na filial de Muge, que apresentámos na nossa edição 122, e que tem mais de 5000m2 de área total, a Tractomoz construiu uma pista de testes para moto4. A medida reforça a posição da filial ribatejana como centro operacional para estes equipamentos, a que se juntam 3 mecânicos “só a dar assistência a moto4, cada um com o seu carro de assistência devidamente equipado para poder intervir em qualquer situação, já que a nossa aposta é na assistência ao domicilio, para que os clientes não percam tempo com as revisões ou as pequenas assistências”, referiu Luis Mendes. “Queremos os clientes satisfeitos e a beneficiarem de assistência a tempo e horas e peças a chegarem muito rapidamente. Não nos podemos esquecer que muitos destes veículos destinam-se ao mercado de trabalho”, acrescentou. 

 

Modelos
Para a Snarler, a Segway aposta em duas versões, a S, curta, e a L, longa. Em ambas estão disponíveis dois níveis de equipamento, o E, standard, e o X, full-extras.


Motor e Transmissão
Nas duas versões o motor é um Segway a gasolina de 567 cc, 44,2 cv, a 4 tempos, monocilíndrico (DOHC), de refrigeração líquida, injeção eletrónica Bosch, e nível de homologação T3b. O sistema de transmissão é On-Demand 2WD/4WD com bloqueio de diferencial, e variador automático P/R/N/L/H.

Snarler AT6 S
Começando pela versão curta (220 x 128 x 132 cm), a AT6 S é uma moto4 mais virada para os trabalhos de campo com apenas um lugar de passageiro. Com uma distância entre eixos de 130 cm e distância livre ao solo de 27 cm. O seu peso seco é de 360 kg e a capacidade grelha (frente/trás) é de 40/60kg. Já o depósito tem uma capacidade de 23L. Este modelo pode, como já foi referido, equipar com dois níveis de equipamento: o pacote SE, ou standard, que conta com amortecedores a óleo, jantes de ferro 12’’, pneus 25x8-12 / 25x10-12, e travões de disco às quatro rodas. As luzes são halogéneas e está disponível nas seguintes cores: Azul e Cinza / Verde e Preto / Vermelho e Branco. Equipa de série com direção assistida, guincho elétrico, bola de reboque e proteção de mãos. Consegue, de acordo com o fabricante, rebocar 200kg de peso com facilidade. A versão full-extras, SX, por sua vez, apresenta amortecedor a gás, jantes de alumínio de 14’’ Beadlock, pneus 26x8-14 / 26x10-14, travões de disco, luzes LED, e homologação T3b e L7e. Conta também com direção assistida, guincho elétrico, bola de reboque e proteção de mãos.

 

Snarler AT6 L
A versão GL está mais talhada para o lazer. Destinada para passeios familiares, conta com 2 lugares de passageiros. Tal como a S, tem os mesmos dois níveis de equipamento, LE e LX. As principais diferenças são mesmo ao nível das dimensões (235 x 128 x 143 cm), distância entre eixos (145 cm) e peso (384kg).

 

Preços
Os dois modelos têm homologação de Trator Agrícola com IVA dedutível de 13%.

A AT6 SE tem um PVP (IVA incluído) de 7.500€,
a AT6 SX de 8.750€,
a AT6 LE de 7.750€,
e a AT6 LX de 9.000€.

 

Aproveite a nossa promoção e assine a revista por apenas 20€.
Válida até 15 de julho 2021.

Pesquisa

Vídeos mais vistos