Notícias

Teste em campo

Massey Ferguson 3709 AL, leve e compacto para terrenos inclinados

13/01/2020

O MF 3709 AL foi apresentado ao júri do TOTY como um modelo apropriado para utilização em terrenos inclinados. E foi esse o motivo que levou a Massey Ferguson a escolher a Áustria para o teste em campo, um país onde se faz agricultura em zonas muito acidentadas.
O modelo foi posto à nossa disposição engatado numa grade rotativa Breviglieri, e ainda com carregador frontal e com forquilha traseira Frasgard para deslocar troncos.  
 

Série 3700 AL
Posicionam-se na gama entre os convencionais MF 4700 e os especializados estreitos MF 3700 V/S/F.
Esta variante assume a designação AL (Alpine), a apontar para uma utilização em zonas mais íngremes, já que apresenta um baixo centro de gravidade e uma considerável largura de via (até 1908 mm com pneus R30).
Desdobra-se em três modelos – 3707 AL, 3708 AL e 3709 AL – com respetivamente 75, 85 e 95 cv de potência.



 

Motor FPT
A propulsão está a cargo de um motor FPT de 4 cilindros, com 3,4 litros de cilindrada. Neste modelo mais potente da série, disponibiliza 95 cv. Cumpre a norma de emissões Fase IIIB, recorrendo a um sistema EGR + DOC + DPF de regeneração passiva. O intervalo de manutenção é de 600 horas. Conta com duas memorizações de regime.

 


 

Transmissão
Originária da Carraro, a transmissão apresenta um escalonamento 24/12. Possui 4 relações (sincronizadas), distribuídas por 3 gamas (não sincronizadas) e 2 níveis de powershift (Hi-Low) nas mudanças de avanço para a frente.
O inversor é eletro-hidráulico com regulação da dureza de resposta, feita através de um potenciómetro de roda. Quanto à embraiagem, o operador pode optar por usar o pedal ou um botão elétrico na alavanca de mudanças.
A transmissão pode também ser controlada através do joystick, para subir ou descer os níveis de powershift e assumir a função de inversor, bastando pressionar um botão de permissão e manter a alavanca principal do inversor em neutral.
 

 

Hidráulico
O 3709 AL vem equipado com hidráulico de controlo eletrónico e eletro-válvulas. O joystick é de série e tanto pode controlar um conjunto de dois distribuidores como ficar dedicado ao carregador frontal. O elevador e TDF frontais são extras disponíveis a partir do próximo ano.

 

TDF
A seleção da velocidade da TDF (540/540E) é feita através de uma alavanca a partir do exterior, na traseira do trator, um ponto que seria interessante vir a ser melhorado. Em contrapartida, a ativação a partir do interior é feita por comando eletro-hidráulico.

 

 

Conforto
A coluna de direção possui ajuste em altura e também em profundidade. Em termos de ergonomia, a posição da alavanca principal da transmissão, muito avançada para a frente, é um elemento que deixa algumas dúvidas. Em primeira e em terceira fica quase fora do alcance. E o acesso pela porta direita fica dificultado porque esta alavanca impede a passagem. À parte este detalhe, todos os restantes comandos são muito funcionais. 
A suspensão no eixo dianteiro é um opcional disponibilizado nesta série. Na lista de opcionais surgem ainda: ar condicionado, portas USB, espelhos com regulação elétrica e desembaciamento, e rádio bluetooth.

 

Cabine
No decorrer do teste em campo, a Massey Ferguson pôs à nossa disposição ambas as versões de cabine: standard e de baixo perfil. Nesta segunda versão, o acesso faz-se através de um único degrau e existe um túnel sobrelevado ao centro, sendo a altura total de apenas 2,44 m (menos 9 cm do que a versão standard).
É potencialmente mais interessante para quem tem instalações baixas ou para quem pretende maior estabilidade em zonas com inclinação.
Mas a versão standard tem os seus pontos a favor. A habitabilidade a bordo é melhor, pode incluir assento para passageiro, e a partir do posto de condução o operador beneficia de melhor visibilidade, sobretudo para a frente.
Os comandos são simples, mas funcionais e o assento pneumático faz parte do equipamento de série em ambas as variantes.

 


Preço 
O PVP do MF 3709 AL no nosso mercado é de 79.750,00 Eur + ecovalor + IVA. Contempla caixa de 24/12, 4 distribuidores hidráulicos traseiros eletrónicos, 2 acopladores ventrais e linha de retorno livre, braços do hidráulico com engate rápido, pneus 280/85R24 4L + 420/85R30 6L, cabine com ar condicionado e banco com suspensão automática. A nível de extras, a cabine de teto baixo tem um custo adicional que ronda os 1.000,00 Eur e a suspensão do eixo dianteiro um custo adicional de aproximadamente 3.950,00 Eur.

 

-ler-mais-

Pesquisa

Publicidade


Vídeos mais vistos

RECEBA A NOSSA NEWSLETTER
SIGA-NOS
Rua Nelson Pereira Neves, Lj 1 e 2
2670-338 Loures - Portugal
abolsamia@abolsamia.pt
T (+ 351) 219 830 130
abolsamia, 2020 © Todos os direitos reservados | Avisos Legais | Política de privacidade