Notícias

Empresas

Eleições da AJAP para o novo triénio com profunda reestruturação

22/07/2021

A Associação dos Jovens Agricultores de Portugal (AJAP) foi a eleições esta quarta-feira, 21 de julho, num ato em que foram eleitos os novos órgãos sociais para um novo triénio (2021-23) e, no caso, a palavra novos faz todo o sentido pois, da direção que integra cinco elementos, somente o presidente Pedro Rei e o vice-presidente André Silva se mantêm em funções. Assim os restantes três elementos são novos: Henrique Silvestre, do Vale da Rosa, é outro dos vice-presidentes enquanto Samuel Pereira (Torres Vedras) e André Freitas (Vale do Mondego) assumem as funções de vogais da direção.

Face ao atual cenário de pandemia, foram várias as procurações efetuadas por largas dezenas de associados que contribuíram para esta profunda reestruturação dos órgãos sociais da AJAP. Assim, a Mesa da Assembleia é agora presidida por Eduardo Almendra (ex- presidente da Direção), sendo Joana Rodrigues a vice-presidente e Romeu Sequeira o secretário da mesa da AG, ele que foi candidato assumido a Presidente da Casa do Douro.

Já o Conselho Fiscal tem agora como Presidente o jovem gestor e agricultor André Macedo, e ainda como membros deste órgão, Cátia Pinto, Investigadora e secretária executiva do Smart Farm Colab; Hugo Bacalhau, da GojiNatur (empresa agrícola da Vidigueira); José Lebres, vitivinicultor no Douro; e Tiago Caldeira, empresário agrícola em Alfândega da Fé.

"Esta é uma composição dos diferentes órgãos sociais muito equilibrada, não só pela existência em cada órgão de titulares das diferentes regiões do país, como pelas culturas agrícolas e efetivo pecuário distribuído entre eles, bem representativo das principais culturas agrícolas e efetivo existente no País”, explicou Firmino Cordeiro, Diretor Geral da AJAP.

Pesquisa

Vídeos mais vistos