Notícias

Tractor of the Year®

Distinções TOTY para 4 marcas

16/03/2021

Num ano que foi atípico devido às razões que todos conhecem, a organização e o júri do TOTY fizeram na mesma o seu trabalho.
As viagens e os encontros presenciais foram substituídos por videochamadas e por muita troca de informação via email. Falámos muito, avaliámos, pontuámos dezenas de critérios técnicos, e chegámos a um resultado.
Com o patrocínio da marca de pneus BKT, que é o patrocinador oficial e exclusivo do prémio, foi criada a plataforma www.totydigital.com que muito ajudou aos trabalhos e permitiu inclusive difundir a cerimónia de comunicação dos prémios.
Foi a mesma coisa? Na verdade não foi. Sobretudo, faltou a oportunidade de nos pormos ao volante nos habituais testes em campo, que em todas as edições do prémio costumam ser realizados.
Mas, observando em perspetiva, estamos em crer que correu muito bem. O júri funciona como uma equipa, conhecemo-nos todos há muitos anos, seguimos atentamente os desenvolvimentos do sector, temos a experiência de edições anteriores e, por tudo isso, estamos em crer que os resultados espelham uma avaliação profissional.
No fundo, acreditamos que num contexto de normalidade os vencedores teriam sido exatamente os mesmos.
 

Os vencedores em síntese 
E por falar em vencedores, vale a pena recordar que a Fendt aplicou uma impressionante atualização ao posto de trabalho do Fendt 211 V Vario, com acesso a ferramentas que marcam um avanço face aos restantes competidores.
Vale a pena recordar também que a Claas surpreendeu ao aplicar ao Axion 960 um sistema, o CEMOS, que vem das ceifeiras-debulhadoras, e que possibilita ganhos de desempenho e eficiência. 
Pelo seu lado, a Valtra trouxe para o segmento dos utilitários com vocação multitarefas, em que se inclui o trabalho com carregador, o G135, que apresenta um interessante equilíbrio entre versatilidade, performance hidráulica e de motor, e acesso a tecnologia. 
Por fim, o vencedor da categoria principal. Com o 8S.265, a Massey Ferguson estreou uma cabine de para-brisas inclinado, abriu um fosso entre esta e o capot tornando-a mais silenciosa, reconfigurou o posto de condução, e alterou o escalonamento da caixa. A juntar às inovações na parte estrutural, reforçou os serviços de conectividade que vão ser úteis aos alugadores e aos agricultores mais profissionais.

 

Por detrás do pano
No TOTY, como em muitas outras ‘competições’, é dos vencedores que reza a história. Mas, quando observamos por detrás do pano, encontramos entre o lote de não vencedores alguns contributos muito relevantes para o sector.
Sem nada a assinalar nas categorias Melhor Especializado e Sustainable TOTY, o mesmo não se pode dizer em relação às outras duas categorias, onde a avaliação se fez muito mais taco a taco.
Na categoria de Trator do Ano para Campo Aberto, o Claas Axion 960 Cemos não andou longe de acumular esta distinção com o prémio de sustentabilidade que ganhou. A pontuação muito alta que obteve deve-se a especificações adequadas ao segmento em que se posiciona, a que se juntam diversas atualizações tecnológicas que a marca tem vindo a aplicar a esta série. 
Quanto à categoria Melhor Utilitário, o Fendt 211 Vario obteve também uma votação expressiva. Posicionado num patamar de potência mais baixo e com dimensões mais compactas do que o modelo da Valtra, este trator multitarefas é agora proposto pela marca com o posto de condução Fendt One, com todo o potencial que isso representa a nível de conforto e utilização de ferramentas de conectividade.

 

Leia mais - 

Pesquisa

Vídeos mais vistos