Notícias

Restauro

A Segunda Vida de uma Claas Senator

01/04/2021

Os irmãos Pereira são orizicultores e fazem a debulha com máquinas Claas. Foi na várzea de Melides que encontrámos Henrique Pereira, num dia muito atarefado, a meio da campanha deste outono, a trabalhar com uma Claas Senator.
Apesar de não parecer que o tempo tenha passado por ela, ou que ela tenha passado pelo tempo, conta já com cerca de 50 anos e esta é a sua segunda vida.
“Sei que foi comprada pelo primeiro proprietário algures entre 1968 e 1971. Foi comprada mais tarde  pelo nosso falecido pai, há cerca de 15 anos. Nessa altura já se encontrava muito degradada e foi recuperada pelo meu irmão Duarte Pereira e por mim, há 10 anos, assumindo o aspeto que tem atualmente”, esclarece Henrique.


“É uma Claas Senator de origem, mas com algumas modificações visíveis para quem as conhece. Por exemplo o depósito de grãos e o tubo de descarga são de uma Claas Mercator 75”, acrescenta.
Este modelo, que se seguiu à Matador Gigant no catálogo da Claas, mantém o motor original – um bloco de seis cilindros de fabrico Perkins, que fornece 105 cv de potência – e em termos de rendimento de trabalho ceifa entre 20 e 25 toneladas de arroz por dia.

As Claas vintage que existem na casa
A Senator não é a única clássica que existe nesta casa agrícola. Noutra parte da exploração, em Alcácer do Sal, os irmãos Pereira têm uma Mercator 75 que está em pleno funcionamento na cultura do arroz. E para as culturas de sequeiro possuem uma segunda Senator que, dentro de algum tempo, irá contar com a ajuda de uma Mercator. Embora esta não se encontre operacional neste momento, está em condições de ser recuperada e a intenção é que venha a regressar à atividade.

E encontrar peças para manter estas máquinas?
Henrique Pereira enaltece o facto de a Claas continuar a fornecer diversas peças originais, mesmo para estes modelos mais antigos, o que tem ajudado a manter as máquinas em funcionamento. A par da aquisição de peças novas, têm em casa um bom stock de componentes estruturais. A maior parte desses componentes são provenientes de debulhadoras Claas que foram conseguindo adquirir já desativadas.

 

- Leia mais - 

Pesquisa

Vídeos mais vistos